História do Brasil

historia-do-brasil

Fotos: Os ‘anos dourados’ e a São Paulo renovada

Aluno (a): André Payar, Douglas Luz, Jennifer Orofino, José Orenstein de Almeida, Marina Albuquerque, Marcus Vinicius Biaggi e Talita Ferreira
Docente responsável: Maurício Cardoso
 

 

A despeito do início do processo de modernização pela qual a cidade de São Paulo passara durante os anos 20, foi sobretudo nos anos 50 que a metrópole presenciou um intenso processo de industrialização, urbanização e modernização que se refletiu, de maneira intensa, no universo artístico brasileiro e através de algumas datas inaugurativas pode-se ter um cenário dessas transformações em curso.

 

Em 1947, inaugura-se o Museu de Arte de São Paulo; em 1949, inauguram-se a Cia. Vera Cruz, o Teatro Brasileiro de Comédia e, na capital do país, o Museu de Arte Moderna. Na década seguinte, em 1950 inaugurava-se a primeira emissora de televisão do país, a TV Tupi; em 1954, inaugura-se o Parque do Ibirapuera e, em 56, Cinemateca Brasileira.

Livro: Mortos e desaparecido políticos: reparação ou impunidade

 

 

00251g

 

 

Autor: Janaína Teles Editora (São Paulo): Humanitas FFLCH/USP, 2001 Elaborado a partir da transcrição dos debates no seminário do mesmo nome, realizado em abril de 1997 na USP. O livro aborda as contradições do processo de implementação da Lei dos Desaparecidos e seus desdobramentos, reunindo artigos que contribuem para a reflexão sobre os mistérios de nossa história recente. Aqui apresentamos comentário de três artigos que compõe o livro e que nos serve para trabalhar a questão da Construção da Memória durante o período da ditadura militar no Brasil.

Artigo: João Goulart e a crise de 1964 no traço da caricatura

O_golpe_e_a_ditadura_militar_livro

 

Autor: Rodrigo Patto Sá Motta

In: REIS, Daniel Aarão, RIDENTI, Marcelo e MOTTA, Rodrigo Patto Sá; O golpe e a ditadura militar: quarenta anos depois (1964-2004) Editora (Bauru): EDUSC, 2004

 

Este texto revela um importante traço da posição política e da construção de memória que é a caricatura. Assim, Rodrigo Patto Sá Motta aborda principalmente a perspectiva de humor enquanto crítica, e pontualmente com João Goulart, presidente deposto pelo golpe de 1964.

Filme: Projeto 68

Aluno (a): Alessandro Mildo Gonçalves Ferreira, Fransergio Perini de Oliveira, Nádia Mangolini, Mayara Miranda e Rafael Vaz de Souza.
Docente responsável: Maurício Cardoso

 

 

 

Ficha Técnica

Gênero: Documentário

Ano de lançamento (Brasil): 2007

Duração: 10 min

Direção: Julia Mariano

 

Projeto 68 é um documentário que realiza um paralelo entre o presente e o passado do Brasil, mais precisamente no período em que existiu no país uma “euforia” por parte dos militares.

Divulgar conteúdo