O humor como forma de protesto: a importância das charges na imprensa brasileira.

Jullyana Lopes Luporini Barbosa de Souza n°6839692
Docente: Antonia Terra de Calanzans Fernandes

Sequência didática para alunos do 9° série do ensino fundamental.
Tema: O humor como forma de protesto: a importância das charges na imprensa brasileira.

Objetivo: A partir da exposição “ As manhas do Barão” localizado no Instituto de Estudos
Brasileiros, a sequência didática tem como objetivo expor para os alunos a temática das
manifestações políticas através do humor, especificamente das charges na imprensa brasileira.
Desse modo, será trabalhado nos alunos a análise documental do conteúdo destas charges e trará um
novo método de abordagem das imagens, que passa de figura ilustrativa para fontes carregados de
significados.

Procura-se trabalhar com os alunos os seguintes conceitos:

– Criticidade
– Diferentes formas de manifestações políticas
– Análise de fontes
– Contextos políticos
– Análise de imagens

Desenvolvimento:

Atividade 1: Como aula inaugural, o professor deve apresentar uma charge recente e entregar
cópias para os alunos. Após distribuída o professor deve fazer as seguintes perguntas:

a-)Que figura pública está envolvida na charge?
b-)Que acontecimento é retratado?
c-)Com o significado da figura do boi dormindo?
d-)Através da charge o cartunista faz uma crítica. O que ele está criticando?

 

Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os alunos deveram responder as perguntas em voz alta para o professor anotar e confrontar
diferentes respostas. Após o exercício, o professor deve completar a fala dos alunos
contextualizando a charge e a critica que se é feita na mesma. Dessa maneira, o professor passa a
desenvolver junto com o aluno uma análise documental da charge.
No final da aula, o professor deve pedir para os alunos, procurarem em casa, charges em jornais e
revistas e pesquisar sobre que assunto trata a charge. A pesquisa pode ser feita no próprio jornal
aonde foi tirada a charge ou pela internet.
Após concluída a pesquisa, o professor deverá formar um círculo e pedir para os alunos
apresentarem a charge e o que ele pesquisou a respeito. Após a exposição dos alunos, o professor
deve perguntar para os alunos como eles chegaram a conclusão de que determinada charge falava de
determinado acontecimento e como foi feito esse exercício de análise.

2- Atividade: Mostre para os alunos a imagem à baixo e questione:

1-)O que essa frase quer dizer?
2-)Você concorda com ela?
3-)Dá pra se rir da política? Por que?
4-)As charges servem para denunciar ou criticar a política e a sociedade?
5-)Você acha que as charges conseguem ter influência sobre a opinião pública?

Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3-) Atividade:

Exponha as seguintes charges para os alunos e proponha as seguintes perguntas:
a-) Você consegue identificar os personagens nas charges?
b-) Qual o período retratado em cada charge?
c-) Descreva os elementos de cada charge ( tipo de desenho, cores, personagens, vestimentas) e
compare-as
d-) As críticas são endereçadas a quem ou a o que?

 

 

Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividade 5: Um pouco da história do Barão de Itararé

Na última sequência de atividades, o professor levará os alunos a exposição “ As manhas do Barão”
e no decorrer da exposição ir traçando os paralelos entre as aulas sobre charges e as publicações
irreverentes do Barão e

Após a exposição sugere aos alunos criarem suas próprias charges ou “máximas” acerca de algum
acontecimento discutido na grande mídia e apresentar para a classe.

AnexoTamanho
Jullyana seq charges.pdf299.92 KB