nacionalismo

Nacionalismo e usos do passado: a representação dos Vikings

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA
Felipe Uzeda Delgado
Nacionalismo e usos do passado: a representação dos Vikings.
Ensino de História: teoria e prática
Prof. Dr. Antônia Terra de Calazans Fernandes
São Paulo
2017
 
 
 
Tema: Nacionalismo e usos do passado: a representação dos vikings.
 
Objetivo: Através da análise de quadros do romantismo escandinavo buscar-se-á trabalhar com a classe como se dá a construção do passado, de forma que a classe compreenda como se dá sua recuperação e seu uso para atender interesses específicos, no caso, interesses nacionalistas.
 
Público alvo: Terceiro colegial
 
Duração total: 1 aula
 

Nacionalismo de Vargas e a política da boa vizinhança

Docente responsável: Antonia Terra
Aluno (a): Raphael Leon de Vasconcelos
 

 

Objetivos:

O objetivo dessa sequência é demonstrar de uma forma dinâmica, divertida e , ao mesmo tempo, crítica sobre o nacionalismo e sua função durante a ditadura Vargas. Um nacionalismo que não foi só demonstrado dentro do país, mas também para o exterior construindo uma imagem que perdura até os dias atuais.

Essa imagem para o exterior foi incentivado através de uma política que visava a aproximação norte-americana dos países latinos construindo, assim, uma aliança num momento de situação crítica com os adventos da segunda guerra e a crise dos regime democrático-liberais da América.

 

Divulgar conteúdo