Filme: Fabricando Tom Zé

• Aluno (a): Dahanne Vieira Salles, Erick Miyasato, Fernando O. Viana, Gabriel Pereira, Marcelo Akeo Takiy, Marcus Borgonove, Marjorie Yuri Enya, Paulo G. Bastos, Rafael Farinaccio eThiago A.R. Oliveir 

 

fabricando-tom-ze-poster02

 

Análise do filme Fabricando Tom Zé sob o prisma do tema: Rebeldia e Juventude.

 

Ficha técnica

Gênero: Documentário

Tempo de Duração: 89 minutos

Ano de Lançamento (Brasil): 2007

Direção: Décio Matos Jr.

 

Fabricando Tom Zé, de Décio Matos Jr., mostra da vida do polêmico e inventivo gênio da música não-popular brasileira, Antônio José Santana Martins, o Tom Zé. Este filme retrata Tom Zé não como um tropicalista criado, mas sim um tropicalista de criação, já que a sua música já tinha os moldes de inovação que o movimento tropicalista havia trazido na década de sessenta. Tom Zé viu naquele movimento traços de sua música, diferentemente de outros que incorporavam em sua música traços daquele movimento.

Música: Samba enredo de três escolas paulistanas

Aluno (a): Raul Celestino de Toledo Soares Neto 

 

 

Análise da letra do samba enredo de três escolas paulistanas sob o prisma do tema: Rebeldia e Juventude.

 

Utilizou-se nessa análise, trechos do desfile de três escolas de samba paulistanas. A partir da letra dos sambas de enredo das agremiações propõe-se partir para uma breve reflexão sobre o período, expondo como a cultura brasileira representa (ou reproduz) atualmente o pós 68 no Brasil.

Década de 60 e Tropicalismo no Brasil

• Aluno (a): Dahanne Vieira Salles, Erick Miyasato, Fernando O. Viana, Gabriel Pereira, Marcelo Akeo Takiy, Marcus Borgonove, Marjorie Yuri Enya, Paulo G. Bastos, Rafael Farinaccio eThiago A.R. Oliveir 

 

Introdução ao movimento tropicalista e a efervercência cultural da década de 60 no Brasil, assunto trabalhado através de mídias que permitam uma análise sob o viés do tema: Rebeldia e Juventude.

 

A década de 60 foi marcada mundialmente pela forte presença da atuação jovem no universo cultural que expandiu suas influências aos meios políticos e sociais.  No Brasil, é nesse período que grandes mudanças nas estruturas sociais e políticas germinam; uma década de efervercência cultural em todo páis. No plano político, víamos o golpe militar e as inflamadas comunidades ligadas aos movimentos de esquerda.

 

No plano internacional, tínhamos a Guerra Fria como grande fonte polarizadora do mundo.  Tudo isto levava o país, a sociedade e a cultura a um estado de estagnação, dividida entre o senso comum e a dita “resistência” da esquerda brasileira.

Filme: Malcolm X

• Aluno (a): Dahanne Vieira Salles, Erick Miyasato, Fernando O. Viana, Gabriel Pereira, Marcelo Akeo Takiy, Marcus Borgonove, Marjorie Yuri Enya, Paulo G. Bastos, Rafael Farinaccio eThiago A.R. Oliveir 

 

malcolmxlghb5

 

Análise do filme Malcolm X sob o prisma do tema: Rebeldia e Juventude.

 

Ficha Técnica

Título Original: Malcolm X

Gênero: Drama

Tempo de Duração: 192 minutos

Ano de Lançamento (EUA): 1992

Direção: Spike Lee

 

Dirigido por Spike Lee, o Filme Malcolm X é um retrato da vida pública e pessoal de uma das mais importantes figuras do movimento negro norte americano. Ao longo da trajetória de Malcolm X acompanhamos também o desenvolvimento do movimento negro na luta por seus direitos civis e na reafirmação de sua cultura.

Divulgar conteúdo