Como podemos trabalhar com a nossa história de vida numa sala de aula? Algumas considerações sobre história oral, local, e fontes visuais

Giovanna Pezzuol Mazza

Nº Usp 5936441

 

“Digo: o real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia”

“Comigo as coisas não tem hoje e ant’ontem amanhã: é sempre”

João Guimarães Rosa

 

“Fala-se tanto de memória porque ela não existe mais”

Pierre Nora

 

“A história é uma ilha de edição”

Waly Salomão

 

Quando iniciamos numa sala de aula um curso de História, o que será que vem a mente dos alunos, num primeiro momento? Podemos pensar que essa resposta é bem diversificada, mas com certeza reflete contatos anteriores do aluno com o tema. Com certeza a história difundida pela mídia, pela televisão principalmente, pelos pais, pelos avós, pelos amigos, pela propaganda. Uma história que é, em muitos momentos, pasteurizada, homogênea, sedutora. Será que um aluno acreditaria que sua história de vida, a de seus pais, avós, a história do seu bairro, é uma história que merece ser contada?

Centro de São Paulo: Roteiro de visita

• Disciplina USP: FLH0421-01
• Docente responsável: Antonia Terra Calazans Fernandes
• Aluno (a): Rodrigo Inácio da Costa (aluno do curso de História)
 

 

Intenciona-se estimular a percepção da história local, especificamente da história da cidade de São Paulo, procurando demonstrar sua diversidade e suas memórias. Como sub-tema tem-se o estudo da escravidão na cidade como caminho para trabalhar o processo da Abolição de forma mais ampla.

 

Finalidade

Servir de subsídio para a formulação de um estudo do meio pelo centro da cidade, conhecendo um pouco da história de São Paulo, trabalhando as dimensões de presente-passado através de suas transformações, incitando um olhar menos naturalizado sobre os espaços urbanos.

Escola Normal de São Paulo (1846): Um Pioneirismo na Educação da Cidade de São Paulo

 
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
D.H. – Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas
Disciplina: Uma História para São Paulo – Um Desafio Pedagógico
Profa. Dra. Antonia Terra Calazans Fernandes
Aluno: José Heleno Barbosa – 8629746
ESCOLA NORMAL DE SÃO PAULO - 1846
( Um pioneirismo na educação da Cidade de São Paulo)
Dezembro de 2013
 
 
 
 
 
1. TEMA: ESCOLA NORMAL DE SÃO PAULO : Um pioneirismo na educação da
Cidade de São Paulo - ( Atual Colégio Estadual Caetano de Campos)
 
A Sequência Didática proposta tem por objetivo fornecer ao aluno de ensino fundamental e
médio, elementos de informação sobre a Escola Normal de São Paulo – Colégio Estadual
Caetano de Campos, com o intuito de mostrar a importância da educação básica, fundamental
e ensino médio, na formação escolar.
 
2. COMPONENTE CURRICULAR
O conteúdo compõe a disciplina História do Brasil – História da educação na Cidade de
São Paulo.
 
3. PLANEJAMENTO
Apresentação do material: discussão em sala de aula, problematização dos elementos e
fontes apresentados no tema; proposta de visita ao prédio da Secretaria da Educação, local
onde funcionou a Escola Normal e Colégio Caetano de Campos, na Praça da República, para
posterior coleta de impressões dos alunos.